O eleitor acordou!

O eleitor acordou!

    Eleitor

     

    Hoje temos a certeza que aquele perfil do político de anos atrás, que era um sorriso largo no tosto, um aperto de mão e tapinhas na costa, já não esta conquistando o eleitorado. Sabemos que devido as constantes matérias envolvendo políticos de todos os escalões com escândalos, está levando o eleitor a selecionar melhor o seu representante.

    Devido aos trabalhos dos órgãos competentes a fiscalizar contas, tanto de campanhas como de administração, os próprios políticos estão atentos em seus respectivos mandatos para que não sejam motivos de penalização

    Hoje temos a maior taxa de eleitores que não têm um partido de preferência, 67%. Pela primeira vez, a maioria dos eleitores se mostra contra o voto obrigatório. E a maioria não votaria se não fosse obrigatório. Quando observamos esses números em cidades com mais 200 mil habitantes, eles aumentam muito, O eleitor está mais desconfiado da política, principalmente nas capitais e centros urbanos.

    Devido toda essa desconfiança por parte do eleitor, tivemos na ultima eleição, candidatos que não se apresentaram como políticos, mais sim três casos sendo um nível mundial – Donald Trump; em nível nacional -João Doria e nível estadual – Hildon Chaves .

    Donald Trump e João Doria Jr. exploram a imagem do “homem de negócios”, “alguém que governará com a mesma eficiência e buscando os mesmos resultados alcançados na esfera privada”.

    O empresário Hildon Chaves, como é conhecido, exerceu por mais de duas décadas a função de promotor de Justiça e hoje é dono de uma rede de ensino.

    Querido leitor, e por isso que estamos mais atentos em que vai nos representar, a corrida para 2018 já começou.

    Francivaldo Costa Paiva
    Diretor Executivo
    Jornalista Profissional

    This is a unique website which will require a more modern browser to work! Please upgrade today!